Month: junho 2015

demaquilante-bom-e-barato-NIVEA-biayzawa-00

Demaquilante bom e barato que recomendo

Demaquilante é um produto essencial para quem gosta de usar maquiagem no dia a dia, mesmo quando você usa apenas um BB cream. Gosto daqueles demaquilantes fáceis de usar, leves e que não deixam a pele oleosa. De preferência, produtos que ainda dão a sensação de pele limpa como se tivéssemos lavado o rosto com água e sabão.

Um famoso e que se encaixa bem nessa categoria é o Bioderma Sensibio H2O – usei por anos e achei que jamais iria trocar de produto. Porém, uns dois meses atrás resolvi testar o demaquilante facial em loção da NIVEA. Resultado: AMEI!

demaquilante-bom-e-barato-NIVEA-biayzawa-01

RESENHA DA LOÇÃO FACIAL DEMAQUILANTE NIVEA

Essa loção demaquilante da NIVEA é muito boa. Por ser aquosa, não deixa o rosto “melecado” na hora de limpar a make da pele; retira super bem a maquiagem; remove máscara de cílios*; não deixa a pele ressecada, pelo contrário, parece hidratar, e ainda deixa a sensação de limpeza.

SEGUNDO A MARCA

Remove de maneira eficaz a maquiagem, sem agredir a área delicada dos olhos e cílios e sem deixar resíduo gorduroso. É adequado para quem usa lentes de contato.

demaquilante-bom-e-barato-NIVEA-biayzawa-02

BIODERMA versus NIVEA

Achei essa loção muito parecida com a textura do demaquilante da Bioderma e, como a NIVEA não é uma marca cara, além de ser fabricar no Brasil, o preço é muito mais barato quando comparado com o produto gringo.

Comparando os dois, o H2O da Bioderma é mais leve; porém percebi que o demaquilante da NIVEA remove mais a maquiagem, até porque ele *consegue remover uma parte razoável da máscara de cílios à prova d’água, enquanto que o da Bioderma não conseguia retirar nem uma lasquinha das minhas máscaras waterproof.

Lembrando que *máscara à prova d’água é super difícil de remover, somente aqueles bifásicos e oleosos que conseguem retirar esse tipo de máscara com eficiência – dada minha experiência de anos usando waterproof (só uso máscara à prova d’água).

demaquilante-bom-e-barato-NIVEA-biayzawa-03B

COMO EU USO

Passo a loção demaquilante em discos de algodão e vou passando por toda a pele, pálpebras e cílios. Passo quantos discos forem necessários até que nenhum pigmento apareça no algodão. Depois, tomo banho e complemento a retirada da maquiagem com sabonete líquido.

ONDE ENCONTRAR?

Farmácias, supermercados e perfumarias. Opção online aqui, aqui e aqui. Preço sugerido: entre R$ 24 a R$ 30 reais (última vez pesquisado em junho de 2015).

demaquilante-bom-e-barato-NIVEA-biayzawa-04

Pelo tanto que já usei, acho que deu para perceber o quanto que estou curtindo esse demaquilante, não? A loção da NIVEA custa, em média, R$ 25 reais e vem com 125 ml. O demaquilante da Bioderma custa R$ 60 reais com 500ml se você comprar no exterior. Aqui no Brasil, essa mesma quantidade pode chegar a custar mais que R$ 180 reais. Ou seja, se você está no Brasil e não quer se arriscar com compras online internacionais (e possíveis taxas), vale a pena tentar o da Nivea. 

cabelo-azul-para-o-ruivo-acobreado-biayzawa-05

5 fatos engraçados para quem pinta o cabelo de ruivo

Quem pinta o cabelo de ruivo acaba percebendo que essa cor tem muita história para contar. Depois de seis meses e meio com os cabelos ruivos, vou contar aqui algumas coisas interessantes e até mesmo engraçadas que acontecem por causa do ruivo:

fatos-ruivo-02

1. você nunca saberá a cor do seu cabelo

Não estou falando da cor da tintura que foi usada, mas do ruivo mudar totalmente de tonalidade ao longo do dia e dependendo do lugar que você está (luz do escritório, luz natural, luz da manhã, luz da tarde, na sombra, foto com ou sem flash etc.). Sempre que alguém me vê por foto, pergunta: “Você mudou a cor?”, “Tá loira?”, acaba sendo engraçado.

Além da tonalidade mudar radicalmente conforme a luz, soma aí o fato do ruivo desbotar um pouco a cada lavagem. E então, você já nem sabe a cor que está ou a cor que a pessoa está vendo.

2. prepare-se para a saga

Pintou o cabelo? Amou? Pode anotar aí que daqui um tempo você já vai querer mudar a tonalidade do ruivo – “um pouco mais cobre”, “agora quero mais vermelho”, “na próxima vou tentar mais puxado para o ruivo escuro” e assim vai ser a constante saga do ruivo perfeito – expressão que muitas utilizam para descrever essa vontade de querer mudar sempre.

Inspirações para cabelo ruivo escuro aqui. 

fatos-ruivo-03

Essas e outras imagens de cabelos ruivos estão no meu Pinterest – sinta-se à vontade para me seguir por lá.

3. você percebe o quanto as pessoas são “daltônicas”

É comum que alguns ruivos sejam confundidos com loiros, principalmente quem decide pelo ruivo acobreado. Esses dias aconteceu comigo meio que o contrário – já que agora estou com o ruivo escuro – fui questionada sobre a cor do cabelo e, quando falei que era ruivo, percebi um ar de estranhamento, depois a pessoa falou que pensava ser marrom! 

4. o radar para ruivos aumenta

Você está no meio de uma multidão, mas de longe você vai enxergar a pessoa com cabelo ruivo e vai querer analisar a cor, ahuahua. Loiro, ombré, preto, castanho, nada disso chamará sua atenção, seus olhos agora estão totalmente voltados para o ruivo.

fatos-ruivo-01

5. você nem liga mais pra tanta besteira sobre cabelo ruivo

Infelizmente ainda existem aqueles que acreditam que ruivo só vai funcionar para quem é branquinha dos olhos claros, mas vamos falar? Que atraso de pensamento é esse, gente? Primeiro que existem muitos tons de ruivo que ficam muito bons em diversos tipos de pele. Hoje eu vejo que o ruivo é uma das cores mais democráticas justamente porque é possível bolar inúmeras misturinhas para chegar numa cor acobreada ou avermelhada. E isso se for para pensar no que os colorimetristas acreditam – que é isso de combinar tom de pele com cabelo. Mas a real é que, mesmo se você quiser um ruivo que “não combina” com sua pele; ah, estilo e atitude é que vão combinar com você no final das contas.

Recomendo o grupo Amor Acobreado do Facebook para quem está se aventurando no ruivo.

 

 

tempo-que-dura-roupas-sapatos-consumo-bia-yzawa

Quanto tempo dura roupa e sapato?

Você já parou para pensar quanto tempo dura uma roupa ou um sapato? De tempos em tempos, precisamos fazer uma faxina geral no armário e tirar as roupas que se desgastaram. E é nesse momento que percebemos que as roupas não duram tanto quanto gostaríamos.

Parece difícil saber com exatidão quanto tempo dura cada item, mas tenho respostas que podem ajudar para o consumo consciente; já que isso é importante na hora de avaliar o que precisamos comprar, a quantidade de cada um desses itens e se vai valer a pena comprar por aquele preço ou não.

tempo-dura-roupa-sapato-biayzawa-07

Já comentei minha reflexão de ter muita roupa para uma só pessoa e a necessidade fazer essa faxina mais profunda. Depois que fiz finalmente a limpeza geral nas roupas e sapatos, acabei tendo uma epifania: quanto tempo dura cada item do armário. É impressionante como esse consumo desenfreado pode fazer com que a gente se esqueça de que roupas e sapatos não são bens duráveis – com exceção, claro, de peças colecionáveis ou que costumam ser usadas apenas uma vez na vida (vestido de noiva, sapatos de estilistas etc).

Quando o assunto é “look” aqui no blog, tenho esse hábito de escrever o ano em que as roupas foram adquiridas. Isso servia para sublinhar que de fato eu uso minhas roupas várias vezes, sem o menor constrangimento para isso. Afinal, usar a mesma roupa é sinônimo de consumo consciente: a compra realmente valeu a pena, o guarda-roupa é bem construído, além de também entrar no conceito de sustentabilidade, pois não se descarta roupas de um dia para outro.

tempo-dura-roupas-sapatos-consumo-bia-yzawa-3

E todos esses “looks” acabaram servindo como documento para estudar quanto tempo dura uma única peça, seja roupa ou sapato.

Para ter uma ideia, abaixo mostro os itens que tiveram um desgaste significativo e que foram descartados. Descrevo também o tempo de duração de cada peça e o modo de uso: leve, moderado ou intenso. Olhem só:

divisa_cinza

JAQUETA de poliuretano* 

quanto-tempo-dura-roupa-sapato-biayzawa-03

  • Tempo de uso: 5 anos
  • Modo de uso: moderado
  • Marca: ASOS

Poliuretano é o material utilizado para ter aparência de couro, o tecido recebe uma película de compostos plásticos. Com o passar dos anos, essa película se desfaz e aos poucos vai descamando. Quanto tempo dura o poliuretano vai depender não só dos cuidados, mas também da intensidade de uso. Depois desse dia da foto, percebi que ele já estava se desfazendo. Ou seja, hora de passar para frente.

A jaqueta apareceu aqui nesse look com vestido azul e também lá no começo do blog, em 2012.

Pensando em ser ecologicamente correto, o material sintético acaba tendo seus pontos negativos: por ter componentes plásticos na composição, vai demorar muitos anos para ser decomposto. O couro natural é bio-degradável; ou seja, vai ser decomposto mais rápido; mas tem o lado negativo que é ser proveniente dos animais.

divisa_cinza

BOLSA DE POLIURETANO

tempo-que-dura-roupa-sapato-biayzawa-02
  • tempo de uso: 3 anos e meio
  • modo de uso: intenso
  • marca: MANGO

Para servir de comparação com a jaqueta, essa bolsa também é de poliuretano, porém eu a usei bastante – ao contrário da jaqueta. A duração da bolsa foi de três anos e meio, depois desse tempo, ela já começou a se desfazer. Ou seja, o poliuretano com alta intensidade de uso seria em torno de três anos.

Essa bolsa é um xodozinho. Apareceu aqui pela primeira vez em 2012 no meu look com coturno.

divisa_cinza

SAPATILHA COM GLITTER

tempo-que-dura-roupa-sapato-biayzawa-06

  • tempo de uso: 4 anos
  • modo de uso: leve
  • marca: Mentha Pimenta

Essa sapatilha só durou muito tempo porque eu quase nunca usava: ela não era muito confortável, então não me animava para usar. Sapatilhas não costumam durar muito, logo mais falo de duas sapatilhas com uso intenso para mostrar a diferença do tempo de duração dos sapatos.

Já usei no meu look militar com dourado e reapareceu esse ano no look cinza com amarelo.

divisa_cinza

CAMISA

quanto-tempo-dura-roupa-sapato-biayzawa-01
  • tempo de uso: 2 anos
  • modo de uso: moderado
  • marca: RENNER

Essa camisa foi separada para doação; ou seja, ainda estava boa para ser usada por quem necessita, mas resolvi me desfazer dela porque a qualidade mudou ao longo do tempo: o tecido perdeu a maciez e pequenas bolinhas começaram a aparecer. A composição da camisa era uma mistura de algodão com viscose. Pensando que essa peça veio de uma loja popular, acredito que durou relativamente bem.

A camisa amarela apareceu pela última vez no meu look cinza com amarelo e bota e também em 2013 no look amarelo com oncinha.

divisa_cinza

SAPATILHA BRANCA

quanto-tempo-dura-roupa-sapato-biayzawa-05

  • tempo de uso: 1 ano e 7 meses
  • modo de uso: intenso
  • marca: Satinato

Usei ao extremo essa sapatilha. Por ter usado demais em diversas ocasiões e ao longo de todo esse tempo, acredito que durou relativamente bem, já que sapatos rasteiros não costumam durar por ter mais contato com o solo.

Essa sapatilha apareceu quando estava com meu cabelo metade azul no look preto e branco, com a jaqueta esportiva e com o brilho discreto durante o dia.

divisa_cinza

SAPATILHA NUDE

quanto-tempo-dura-roupa-sapato-biayzawa-04

  • tempo de uso: 1 ano e 5 meses
  • modo de uso: intenso
  • marca: ZARA

Essa sapatilha faz já faz falta: usava muito, em todas as épocas do ano, em diversos lugares e situações. Por ter usado muitas vezes, acredito que durou o tempo esperado.

Aqui no blog, já usei essa sapatilha para passear, para ir ao médico e até mesmo na minha formatura de faculdade.

divisa_cinza

Agora deu para perceber mais ou menos quanto tempo dura um item que uso muito ou pouco. Acho bom pensar nisso na hora de repor itens no guarda-roupa para avaliar se vale a pena pagar mais caro em algo que pode durar “pouco” tempo ou o contrário.

 

perfume-cinema-yves-saint-laurent-resenha-EDT-biayzawa-CAPA

Perfume Cinéma, Yves Saint Laurent – resenha

Sou apaixonada por perfume. Em datas e ocasiões especiais, acho fundamental complementar o visual com um aroma marcante – esse é o caso do perfume Cinéma, de Yves Saint Laurent. Foi meu primeiro de YSL e comprei por causa da composição das notas: combinação de baunilha com toques amadeirados – e como sou apaixonada por baunilha e por aromas mais masculinos, o perfume Cinéma tem uma combinação perfeita do feminino (baunilha e floral) com o masculino (amadeirado).

perfume-cinema-yves-saint-laurent-resenha-EDT-biayzawa-06

No caso do perfume Cinéma, a versão Eau de Toilette (EDT) é diferente da versão Eau de Parfum (EDP). O perfume que tenho é EDT – logo, a resenha com toda a descrição do Cinéma vai ser diferente das resenhas do Eau de Parfum, pois a composição não é mesma.

RESENHA DO PERFUME CINÉMA – YSL

COMPOSIÇÃO

Notas de topo: tangerina, flor mimosa e flor ciclame

Notas de coração: peônia branca, jasmim e tulipa.

Notas de fundo: âmbar, musk e baunilha do tipo bourbon. 

perfume-cinema-yves-saint-laurent-resenha-EDT-biayzawa-08

TRADUÇÃO DA COMPOSIÇÃO

Logo após borrifar, você vai sentir um aroma refrescante da tangerina, passando para o aroma de flores. Depois de um tempo, vai reinar a mistura de floral com amadeirado e baunilha.

Na minha pele, o aroma marcante fica de baunilha. Em segundo plano, o amadeirado. E o floral fica super leve, não é aquele floral forte, até porque as flores escolhidas para o perfume Cinéma tem um aroma muito delicado.

perfume-cinéma-yves-saint-laurent-resenha-EDT-biayzawa-07
A embalagem é linda!

DESCRIÇÃO SENSORIAL

O perfume é cativante. Quente, sofisticado e com um moderado toque sedutor, mas ao mesmo tempo também é leve o suficiente para ser agradável em diversas situações. Ou seja, quente, porém delicado.

Como tem baunilha, o aroma adocicado fica pesado para ser usado em dias quentes; por isso prefiro usar à noite ou em dias com temperaturas mais agradáveis (outono e inverno).

perfume-cinéma-yves-saint-laurent-resenha-EDT-biayzawa-03

Cinéma EDP versus EDT

Tenho a versão Eau de Toilette que é bem diferente da versão Eau de Parfum. No Eau de Parfum tem a nota da flor de amêndoa na abertura, enquanto o Eau de Toilette abre com a nota da flor Mimosa. Essa diferença faz com que o EDT fique muito mais leve e agradável, já que a amêndoa é mais doce e pesada. A flor de Mimosa tem um aroma que remete ao frescor.

Nas notas de fundo também tem uma diferença: a versão EDT não possui Benjoim na fórmula – que nada mais é do que o fixador que vai fazer com que o perfume fique mais forte e intenso, garantindo uma projeção maior (o rastro de alcance do perfume com relação à distância). O parfum você pode sentir entre um metro a dois de distância; já o toilette você sentirá apenas ao se aproximar da pessoa que estiver usando.

perfume-cinéma-yves-saint-laurent-resenha-EDT-biayzawa-01

QUANDO USAR?

O perfume Cinéma tem um toque sedutor, por isso é ótimo para aquele encontro especial, um jantar romântico, dia dos namorados; ou seja, para marcar a noite e deixar aquele registro inesquecível.

Porém, como ele é leve e sofisticado, também pode ser usado no dia a dia, inclusive em ambientes de trabalho, sobressaindo o  ar de sofisticação.

Uma alternativa para  o verão é o perfume CK One Summer.

QUANTO TEMPO DURA NA PELE?

A longevidade depende de cada pessoa. Na minha pele, o aroma de baunilha do perfume Cinéma dura o dia inteiro e, como falei antes, o aroma floral desaparece na minha pele; prevalecendo o leve adocicado da baunilha (que eu amo!).

perfume-cinema-yves-saint-laurent-resenha-EDT-biayzawa-CAPA

ONDE COMPRAR?

Você pode encontrar o perfume Cinéma em diversas perfumarias que ofereçam produtos importados e o preço pode variar, mas a versão Eau de Parfum com 35 ml custa em torno de R$ 360 reais na Sephora (visualizado pela última vez em junho de 2015).

Amo cheirinho de baunilha!

Como usar vestido no inverno

No final do mês de Junho começa, oficialmente, o inverno. Isso não significa que você precisa aposentar o seu vestido no armário, muito pelo contrário. Existem maneiras bem  interessantes de usar vestido no inverno; desde um jeito bem fácil, até de modos super criativos. Dá só uma olhada:

como-usar-vestido-no-inverno-biayzawa-04

Thássia | via 

Vamos começar com o jeito mais fácil:

  • vestido com casacão.
  • Pode ser vestido curto com meia-calça e uma jaqueta, blazer etc. 
como-usar-vestido-no-inverno-biayzawa-03

Keiko | Margie | Cris

Nível intermediário de dificuldade/criatividade:

  • vestido com camisa por baixo, além da meia-calça e do casaco.
  • vestido com blusa fechada – desse jeito fica parecendo uma saia
  • vestido com calça! Olha só que bacana.
como-usar-vestido-no-inverno-biayzawa-01

– | via

E para quem achou esquisito demais a história da camisa por baixo de vestido, aqui vão mais três inspirações:

  • Olivia Palermo usando um vestido tomara que caia com camisa branca por baixo. Ficou lindo!
  • quando o vestido é estampado ou com detalhes brancos, fica mais fácil combinar com a camisa branca social.
  • isso não serve apenas com vestidos, mas também com macaquinhos. 
como-usar-vestido-no-inverno-biayzawa-02

via

Por fim, vestidos que você nunca pode ter pensado em usar no inverno:

  • aquele vestido de festa, cheio de recortes, ficou super legal com uma blusa de manga longa e justa no corpo.
  • o vestido laranja todo verão ganhou ares invernais quando combinado com meia-calça, gola alta e casaco marrom. Aliás, marrom com laranja é uma combinação perfeita.

Gostaram das inspirações super diferentes? Usariam?